Menu
  1. Home
  2. Ensino
    • Todos
    • Entrevista
    • FAA
    • FCEE
    • FD
    • FET
    • IET
    • IPCE
    • ISSSL
    • Prova académica
      Mais

      Sem conteúdo

      Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.

      Anterior Próximo
    1. Ciência
      • Todos
      • CEJEA
      • CIPD
      • CITAD
      • CLIPIS
      • CLISSIS
      • COMEGI
      • Entrevista
        Mais

        Sem conteúdo

        Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.

        Anterior Próximo
      1. Cooperação
      2. Emprego

        Sem conteúdo

        Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.

      3. Cultura

        Sem conteúdo

        Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.

      4. Publicações
        • Todos
        • Publicações
        • Monografias
        • Revistas
          Mais

          Sem conteúdo

          Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.

          Anterior Próximo
        1. Eventos

          Sem conteúdo

          Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.

        Social Links Search User Login Menu
        Tools
        Close
        Close

         

        EVENTOS

        Recomendações sobre praxes académicas: Lusíada adota medidas de integração solidária dos novos estudantes.
        Helder de Albuquerque Machado
        / Categorias: Ensino

        Recomendações sobre praxes académicas: Lusíada adota medidas de integração solidária dos novos estudantes.

        Os órgãos das Universidades Lusíada – Reitor, Chanceler, Vice-Chanceleres, Directores de Faculdade e de Instituto, Provedores dos Estudantes – e, bem assim, todos os seus professores e funcionários desejam aos estudantes que pela primeira vez frequentam os nossos campi universitários a melhor recepção. 

        Tradicionalmente, as Universidades Lusíada fazem questão de receber da melhor forma os novos estudantes, para que neles perdure o espírito Lusíada.  

        Para esse efeito, nas duas primeiras semanas lectivas, estão preparadas algumas actividades de acolhimento aos novos estudantes. Essas actividades, da responsabilidade das associações académicas, dos núcleos de estudantes e das estruturas representativas da tradição académica, visam dar a conhecer cada uma das Universidades, os seus serviços e, bem assim, habilitar o novo estudante universitário para as especificidades do ambiente académico e das suas particulares exigências.

        Jardim da Universidade Lusíada durante a recepção aos novos alunos. (Fotografia de Jorge Carvalho, 2018)
         

        Jardim da Universidade Lusíada durante a recepção aos novos alunos. (Fotografia de Jorge Carvalho, 2018)
         

        Paralelamente, realizar-se-ão sessões de boas-vindas por parte do Reitor, do Conselho Directivo e dos Directores das Faculdades e dos Institutos, e actividades de esclarecimento preparadas pelos serviços.

        As actividades de recepção dos novos estudantes são momentos de alegria, partilha e responsabilidade. Assim, os aspectos relacionados com a chamada tradição académica (praxes académicas) não podem deixar de ser vividos nesse contexto.

        Daí que nunca é de mais dar a conhecer algumas regras fundamentais dos momentos de recepção dos novos estudantes que as Universidades Lusíada sempre seguiram e que são partilhadas pelas actuais e pelas anteriores autoridades governativas do país com a tutela do Ensino Superior. Assim:

        1. Nenhum estudante pode ser obrigado a participar em qualquer acto de praxe académica contra a sua vontade, devendo ser dado conhecimento desse direito a todos os estudantes que pela primeira vez frequentam a Universidade – no acto de inscrição ou em momento subsequente, no início das aulas;
        2. A decisão do estudante em não participar nos actos de praxe académica será escrupulosamente respeitada, não podendo dar lugar a qualquer tipo de discriminação, desconsideração ou menorização;
        3. O estudante tem o dever de não praticar qualquer acto de violência ou coacção física ou psicológica sobre os outros estudantes, seja em que contexto for;
        4. Tais actos constituem infracção disciplinar, podendo, caso configurem ilícito penal, implicar responsabilidade criminal;
        5. Os actos designados por “praxe académica” têm de valorizar a integração, a colaboração, a partilha e a responsabilidade, não podendo em caso algum revestir natureza vexatória ou de ofensa moral, nem prejudicar o normal funcionamento das instituições, nomeadamente impedir ou dificultar a ida dos estudantes às aulas ou perturbar as demais actividades escolares;
        6. Qualquer acto contrário ao referido anteriormente deverá ser comunicado imediatamente aos Provedores dos Estudantes, para o efeito de eventual suspensão de todas as actividades de acolhimento e abertura do competente procedimento disciplinar.

        Qualquer acto de violência, coacção ou desrespeito pela vontade do estudante deverá ser comunicado imediatamente ao Provedor dos Estudantes:

        recomendações sobre praxes académicas

        Imprimir
        95 Avalie este artigo:
        Sem classificação
        Helder de Albuquerque Machado

        Helder de Albuquerque MachadoHelder de Albuquerque Machado

        Coordenador editorial

        Outros posts de Helder de Albuquerque Machado
        Contato do autor Biografia completa

        Biografia completa

        Helder de Albuquerque Machado é Director dos Serviços de Informação, Documentação e Internet da Universidade Lusíada de Lisboa e Investigador no Centro Lusíada de Investigação em Serviço Social e Intervenção Social. É, também, responsável pelo desenvolvimento de projectos nas áreas das tecnologias da informação e comunicação, como são exemplo os portais "Arquitectura do Saber" e "e-Lusíada". Possui a licenciatura em História (ramos científico e educacional) e a pós-graduação em Ciências da Documentação e Informação, áreas de biblioteconomia e arquivística, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Actualmente, é doutorando em Arquivística Histórica na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Para além da sua actividade como bibliotecário, arquivista e gestor de informação, tem desempenhado funções regulares como docente em cursos de ensino superior, como formador nas áreas da Ciência da Informação e da Internet, como orientador de estágios nos mestrados em Ciências da Informação e da Documentação e como consultor em diversas instituições. Foi membro do Conselho Editorial da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas.

        x

        Por favor faça login ou registe-se para comentar.

        Contactar autor

        x

        Recomendados

        Sem conteúdo

        Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.Ocorreu um problema ao carregar conteúdo.

        Anterior Próximo

        Jazz e Música Moderna


        «outubro de 2021»
        segterquaquisexsábdom
        27282930123
        4
        56
        78910
        11
        12
        13
        14
        151617
        18192021222324
        25262728293031
        1234567

        Newsletter

        Back To Top